sexta-feira, 4 de maio de 2012

Cabaret XII

Cabaret Praiano

Meu prédio virou praia.
Todos os quartos se transformaram em mar.
E de repente é Cabaret e eu estou a te amar.

Da cadeira, vejo casais na areia.
Eu vejo mar, areia e céu.
Brincadeiras de papel, regadas com fel.

Casais que não param de rodar
e mudar o meu lar.

Minhas mulheres correm soltas a procura do amor
E eu aqui muito bem estou, ao lado do meu amor.

Cabaret mudou de novo, será que dessa vez eu te ouço?
Meu Cabaret vicioso.

2 comentários:

teste disse...

muito bom! :)

Regis disse...

Adorei, e como sempre o cabaret me surpreendendo...